Perguntas frequentes

Respostas a algumas das perguntas mais frequentes...


As plantas ficam dentro da piscina?

Normalmente não. A zona do ecossistema fica, geralmente, separada da zona de banho. Também é possível instalar a zona de plantação dentro da zona de banho, mas na maioria dos casos estão separadas por uma parede divisória. Outra opção é construir o jardim aquático ao lado da piscina, ou mesmo em uma área totalmente separada. Veja alguns exemplos na galeria ou clique aqui.


Qual a diferença entre uma piscina ecológica e uma convencional?

As piscinas convencionais utilizam produtos químicos, sal ou bromo para a produção de cloro, ionizadores, oxigênio ativo, radiação eletroestática ou dispositivos emissores de luz que limitam o crescimento de algas e bactérias indesejáveis na água. O problema dessas piscinas é que os nutrientes tendem a acumular-se com o tempo, criando perfeitas condições para que algas e bactérias se proliferem; para combatê-las, é necessário adicionar regularmente mais produtos químicos. A manutenção de uma piscina ecológica é muito mais simples, já que os nutrientes são “digeridos” pelas bactérias boas e pelas plantas que atuam como filtros, deixando a água saudável, viva e cristalina.


A manutenção é complicada?

Não. As piscinas EcoPools são projetadas para que se auto-mantenham ao máximo, somente requerem poda de vez em quando. Os skimmers, claro, devem também ser esvaziados regularmente e o uso do aspirador, quando necessário, termina a limpeza, deixando a água em ótimo estado. O sistema de bombeamento contínuo EcoPools retira os materiais da superfície com mais eficiência, evitando que desçam ao fundo da piscina.


Quanto espaço é necessário?

O tamanho da área do sistema de filtração varia de acordo com as condições do lugar. Em geral, nos sistemas 100% ecológicos considera-se que o ideal é que as áreas de superfície das duas zonas sejam iguais. Essas dimensões podem ser reduzidas ao mudar de filtração “ecológica” para “biológica”, na qual a zona de filtração por plantas pode ser completada ou substituída por uma caixa de filtro com microrganismos. A escolha do sistema de filtração vai depender muito das características do lugar onde se encontra a piscina e das preferências de cada cliente. Em geral, quanto maior a zona do ecossistema, mais balanceada será a água, e menos sujeita a alterações na sua composição.


E os mosquitos?

Os mosquitos proliferam em lugares de baixa oxigenação e onde não há predadores, como na água estagnada. As piscinas ecológicas são altamente oxigenadas e a água está em constante movimento. Os ecossistemas criados nas piscinas abrigam vários pequenos predadores, como libélulas e suas larvas, besouros de água, inseto-jesus e plantas carnívoras que comem as larvas dos mosquitos e os mosquitos adultos.


As piscinas EcoPools consomem menos energia elétrica?

Sim, as bombas utilizadas são bem menores do que em uma piscina convencional, pois não é necessária a pressão. Assim, podem inclusive funcionar com energia eólica ou solar. O sistema EcoPools consome até 60% menos do que qualquer outro.


Posso colocar peixes na minha piscina?

Não, porque peixes são predadores que comem todos os pequenos insetos e outros invertebrados fundamentais nas piscinas ecológicas, pois se alimentam dos nutrientes da piscina, ajudando assim a mantê-la limpa.


E patos?

Pior ainda. Patos aportam muitos nutrientes ao sistema. Algumas de nossas piscinas da África do Sul atraem a visita ocasional de gansos e patos selvagens, que não chegam a se estabelecer e por isso não criam maiores problemas. Mas patos domésticos devem ser mantidos fora da piscina.


As piscinas EcoPools usam menos água?

As plantas das piscinas ecológicas transpiram água, o que aumenta a evaporação da piscina, especialmente nos dias de muito sol e vento. Por outro lado, não são necessários os constantes procedimentos de retrolavagem de filtros, e a composição química natural da água evita a erosão de encanamentos, peças e revestimento, causando menos possibilidade de vazamentos. Pequenas fissuras, inclusive, tendem a selar sozinhas com o tempo, devido aos minerais presentes na água.


O que acontece com cremes, loções e protetores solares?

O ecossistema consegue metabolizar uma boa quantidade de produtos, sendo preferível o uso de produtos mais naturais e orgânicos.


As piscinas podem ser aquecidas?

A água das piscinas EcoPools é normalmente mais quente que uma piscina convencional porque as plantas e o sistema de filtração atuam como um aquecedor solar passivo. Se necessário, é possível instalar um sistema de aquecimento, desde que as plantas sejam adaptadas para tolerar as alterações de temperatura.


O sistema funciona para piscinas públicas?

As piscinas EcoPools são também aptas para uso público. Quanto maiores as dimensões, os nutrientes são eliminados mais rapidamente, mas é necessário o controle do acesso para evitar que o número excessivo de usuários desequilibre o sistema e a pureza da água. É comum a instalação de um sistema de filtração UV como suporte nos períodos de grande movimento. Uma porcentagem da água será esterilizada pelo UV, facilitando o reequilíbrio do sistema. Já instalamos piscinas públicas na África e América do Sul.


E as algas?

As algas são parte integrante de todo ecossistema aquático vivo. Existem muitas espécies diferentes e todas têm um importante papel na natureza. Todos os saudáveis ecossistemas aquáticos apresentam algas e algumas espécies são também muito bonitas. Através de um correto design de plantação e biológico é possível controlar as espécies desejadas, fomentando a predominância das de maior valor estético, mas sempre haverá algas.